Capa Florbela Espanca

Reversível
Citação bordada de Florbela Espanca

"Não és sequer a razão do meu viver, pois que tu és já toda a minha vida!"

100% Algodão

Tamanho único

Size - 138x138cm

 

 

Cuidados de Lavagem:

- Lavar na máquina de lavar roupa a 30º de centrifugação curta, no máximo

- Não limpar a seco

- Não usar lixívia

- Não utilizar a máquina de secar roupa

 

Capa Poetry Florbela Espanca

€243,00Preço
  • Florbela Espanca nasceu na cidade provincial de Vila Viçosa, não muito longe da fronteira oriental de Portugal com Espanha, sempre teve os seus fãs. Mas durante muitos anos a sua poesia - considerada demasiado emotiva, com demasiados pontos de exclamação, demasiado feminina! Florbela Espanca começou a escrever poesia - na sua maioria sonetos - ainda jovem e foi uma contribuidora frequente de poemas e peças em prosa para publicações periódicas. Embora não explicitamente feminista, Florbela Espanca exigiu ser levada tão a sério como qualquer homem. E no seu poema AMOR! ela admitiu livremente que o ideal católico de um único amor para toda a vida era inimigo da sua natureza apaixonada.
    Florbela Espanca morreu por suicídio a 8 de Dezembro de 1930, no seu 36º aniversário, devido a uma overdose de barbitúricos.

  • 2 DAYS